A Empresa Viva: Aprendizagem Organizacional nos dias atuais e futuros

Empresa Viva
Nos dias atuais, onde a agilidade provê vantagem competitiva real às organizações, estar habilitado para analisar o contexto

Segundo Peter M. Senge no prefácio que escreveu para o livro A Empresa Viva – Como as Organizações podem Aprender a Prosperar e se Perpetuar (Arie de Geus, 6ª Edição,1998):

“Ao contrário dos acadêmicos, que escrevem o que pensam, profissionais pensam sobre o que vivenciaram. Pelo fato de a fonte de seu pensamento ser antes a experiência que os conceitos, não raro eles demonstram que as ideias mais profundas são as mais simples”.

Acadêmicos e profissionais são igualmente importantes para a aprendizagem e desenvolvimento organizacional e coletivo. O destaque de Peter M. Senge está na relevância da experiência – aplicação do conhecimento para resultados práticos do dia a dia. Profissionais com mais experiência (com conhecimento e que testam mais hipóteses) tem maior capacidade de resolver questões complexas e tomar decisões mais assertivas.

Nos dias atuais, onde a agilidade provê vantagem competitiva real às organizações, estar habilitado para analisar o contexto, envolver as pessoas, testar ideias e tomar decisões, é essencial para sobrevivência e longevidade.

Algumas reflexões sobre a Empresa Viva:

  • Vivendo na 3ª Era da Humanidade – Informação-Conhecimento – e pensando a empresa como um ser vivo, quanto estamos preparados para menos “Comando & Controle” e mais “Relacionamentos & Rede”?
  • Na Transformação de Mundo do Século XXI, quanto estamos preparados para sermos menos “Sólidos & Estáveis” e mais “Líquidos & Flexíveis”?
  • Nesta 4ª Revolução Industrial, quanto estamos preparados para sermos menos ‘Analógicos” e mais “Digitais”?

Questões como essas e outras, provocam a forma de pensar e agir, e devem fazer parte de reflexões das Empresas Vivas. Einstein disse: “Não se pode resolver problemas com o mesmo grau de consciência com que foram criados”.

A Empresa Viva dependerá cada vez mais da Liderança Viva, capaz de pensar, sentir e agir com propósito, adaptação ao contexto e aprendizado contínuo (Lifelong Learning).

Algumas características atuais de Aprendizagem Organizacional das Lideranças Vivas:

  • Dedicam tempo para o autoconhecimento e lideram pelo exemplo;
  • Compreendem a importância de mais “e” e menos “ou” (Ambidestria Corporativa);
  • Pensam ao mesmo tempo o crescimento dos negócios sob a ótica orgânica (Linear) e não orgânica (M&A);
  • Lideram e engajam equipes pelo propósito, mostram o contexto e falam a verdade;
  • Estão antenadas ao Futuro, Tendências e Inovação;
  • Compartilham a Estratégia com as pessoas;
  • Colocam na agenda pessoal, tempo para pensar/testar novos conceitos, produtos e serviços;
  • Reconhecem de verdade o mérito das pessoas.

A Aprendizagem Organizacional nos dias atuais, continuará mudando no futuro próximo, portanto, a Brasil Valuation acredita que as Empresas Vivas de hoje, continuarão vivas se suas lideranças permanecerem vivas e buscando aprender, se adaptar e pensar simples.

Compartilhe:

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

CADASTRE-SE EM NOSSA LISTA!

Receba conteúdo de alto valor em primeira mão no seu email

Brasil Valuation

Posts relacionados

Enviar Mensagem
Envie-nos uma mensagem
Olá 👋,
Clique em Enviar Mensagem para falar por Whatsapp