Orçamento empresarial em tempos de COVID-19: Qual a sua importância?

Coronavírus, mudanças de cenários, informações desencontradas pelos governos. Nos dias atuais, vivemos uma série de incertezas. Como adequar seus processos para retomar o mercado.

Coronavírus, mudanças de cenários, informações desencontradas pelos governos. Nos dias atuais, vivemos uma série de incertezas. Mas apesar de tudo, vai passar em breve!

Para pensar no presente e no futuro de sua empresa é extremamente necessário ter muita atenção e controle. Para isso é essencial que sua empresa tenha mecanismos para se adequar as necessidades atuais. Indicadores de gestão, KPIs, orçamento empresarial, são alguns bons exemplos.

Mas nem toda companhia sabe da necessidade e nem por onde começar. No Brasil, a maioria das empresas são familiares e não profissionalizadas, tendo um nível de controle de informações baixo sobre seus negócios. Não basta os resultados financeiros de uma empresa. Em outras palavras, sem um controle e projeções futuras para esses resultados, de nada adianta a quantidade de dinheiro perante as incertezas do mercado.

Nesse sentido, tendo em vista essa demanda de conhecimento para a melhor gestão das empresas, a Brasil Valuation se propõe nesse artigo a explicar um dos principais mecanismos de controle, o Orçamento Empresarial

O que é um orçamento empresarial?

Orçamento empresarial nada mais é do que um planejamento no qual o objetivo é detalhar as receitas, as despesas e os investimentos de uma empresa ao longo de um período futuro determinado.

O orçamento poderá ser feito via uma planilha eletrônica digital ou via sistema apropriado para este fim.

Qual o objetivo do orçamento empresarial?

O objetivo do orçamento empresarial é possibilitar a empresa/cia presumir suas despesas/receitas, estabelecendo metas e objetivos, avaliando a necessidade de se alavancar em busca de oportunidades, capital de giro, aplicação de lucros, investimentos, compras de ativos imobilizados, cortes de despesas, etc…

Quando se é feito uma projeção através de um orçamento empresarial, a empresa passa a ter números e bases cada vez mais sólidas para tomadas de decisão, ao passo que obtêm maior controle de suas finanças.

O orçamento empresarial deve andar junto com o planejamento estratégico da empresa.

Qual a composição do orçamento empresarial?

A composição do orçamento empresarial é feita por inúmeras variáveis. Ao passo que quanto mais detalhes tivermos neste orçamento, menor a chance de acontecer distorções na comparação entre os números orçados x realizados.

  • Projeção de receitas
  • Despesas fixas
  • Despesas variáveis
  • Custos de produção
  • Custos de mão de obra
  • Investimentos

Estes acima, são exemplos de dados que não podem faltar num orçamento empresarial.

Normalmente as empresas tem centros de custos para cada departamento, dando a ideia de várias “mini empresas “dentro da sua própria empresa. Da mesma forma, cada setor tem seu Head, onde este é responsável por gerir sua “mini empresa “e responder por seus números.

Para que ocorra o confronto da base orçamentária com a base real, tanto o setor financeiro como o setor contábil poderá gerar relatórios oficiais da empresa. Exemplos de relatórios são: o Fluxo de Caixa, o Demonstrativo de Resultados do Exercício e o Balanço Patrimonial.

Como construir um orçamento?

Existem várias metodologias para as empresas determinar a construção de um orçamento empresarial.

  • Matricial
  • Histórico
  • Base zero
  • Participativo
  • Impactado

Cabe a empresa definir a opção que melhor se aplica a mesma, podendo variar de empresa a empresa.

Normalmente as empresas levam inúmeros fatores em consideração para compor seu orçamento: se a empresa está capitalizada e com possibilidade de expansão, se está em fase de estagnação de crescimento do seu capital ou se está em declínio com relação a seu capital.

Em todos os casos citados, é possível a criação de um orçamento empresarial.

Orçado x realizado na prática

Sempre que se finda o período projetado, é de suma importância a empresa fazer o comparativo do que foi orçado e do que foi realizado para confrontar os números e verificar se houve desvio do que havia sido planejado no orçamento

Com o passar do tempo, a empresa e a equipe envolvida vai ganhando maturidade e segurança para e elaboração de novos orçamentos e melhorando com seus aprendizados, assim fortalecendo ainda mais o time e a empresa como um todo.

A importância do controle em tempos de crise

Nós vivemos em um tempo de incertezas no cenário econômico mundial. A pandemia vem causando diversas mudanças e prejuízos para a maioria das empresas brasileiras. A diferença não será sobre quais empresas serão ou não afetadas pela crise, visto que todas irão ser afetadas de alguma maneira, mas, quais irão ter competência e mecanismos para sobreviver e gerir suas perdas e déficits nesse período.

Mais do que nunca, o orçamento empresarial será crucial para qualquer gestor. Nesse sentido, a possibilidade de presumir receitas/despesas e avaliar a necessidade de alavancagem, dará à empresa informações relevantes para tomada de decisão que poderá torná-la ou não bem sucedida durante esse período de crise. Devo cortar gastos em que setor? O quanto de gastos devo cortar? Quantas despesas vou ter no futuro para cobrir? Com as ferramentas certas, as incertezas não irão afetar o seu negócio de forma tão expressiva como os outros.

A Brasil Valuation acredita que o sucesso empresarial em tempos de crise depende da competência e conhecimento dos empresários. E você? Está preparado para o presente e o futuro?

Compartilhe:

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

CADASTRE-SE EM NOSSA LISTA!

Receba conteúdo de alto valor em primeira mão no seu email

Brasil Valuation

Posts relacionados

Enviar Mensagem
Envie-nos uma mensagem
Olá 👋,
Clique em Enviar Mensagem para falar por Whatsapp