O Jeito certo, errado e o do dono: Contexto, Confiança e Planejamento

Dentro de um négocio, exitem várias maneiras de geri-lo e traçar um planejamento. Voce sabe qual é a mlehor maneira ? Clique aqui e saiba mais

Contexto & Confiança

Empresários e fundadores de empresas familiares, normalmente na primeira geração, aprendem e prosperam fazendo as coisas que precisam ser feitas.

Nas atividades da Consultoria, temos o hábito de dizer que aprendemos com nossos clientes. Isso se mostra verdadeiro, pois uma empresa de consultoria quando convidada para ajudar a profissionalizar um negócio, precisa pelo menos de método e experiência em projetos pregressos.

Mas isso é só o começo da conversa, o empresário e fundador espera mais do que isso, ele primeiro quer ser ouvido, contar suas histórias de sucesso, fracassos e como chegou até este ponto. Quando investimos tempo nesse processo, entendemos o contexto e geramos confiança.

Praticando empatia, respeito e escuta ativa, o empresário e fundador sente-se à vontade para expor as vulnerabilidades da empresa e pessoais, contribuindo para maior assertividade no plano de trabalho da consultoria.

Os jeitos de fazer as coisas

Cada vez mais estamos convencidos de que a única certeza que temos é a mudança, no mundo VUCA (ou BANI), certo e errado tem valor e ajudam no futuro, a exemplo das startups, com modelos de negócios colaborativos que aprendem com os erros, gerenciam riscos e crescem rapidamente.

Será que ainda há espaço para o “jeito do dono”?

“Jeito do dono” de fazer as coisas remete à:

  • Princípios, pensamentos e ações nem sempre aderentes aos novos desafios empresariais;
  • Individualidade, centralização e decisões autocráticas;
  • Alta velocidade, com baixa colaboração;
  • Baixo nível de transparência e prestação de contas;
  • Risco sucessório – não formar substitutos;
  • Baixo alinhamento nos negócios.

Planejamento: Ajustar a rota

O “jeito do dono” é importante e trouxe a empresa até aqui com muita persistência e resiliência do empresário e fundador, está tudo certo, mas ajustes precisarão ser feitos na rota para continuar a jornada de crescimento e longevidade.

Os maiores dilemas e desafios enfrentados pelas empresas familiares são causados pela passagem do tempo e envolvem mudanças na organização, na família e na distribuição de propriedade. Dai vem a importância do planejamento

Planejar a sucessão através de membros familiares e/ou profissionais de mercado trazem oxigenação e revitalizam os negócios.

Implementar práticas e rituais de gestão & governança, trazendo formalização, aumenta a confiança e atrai investimentos.

Se sua empresa tem conflitos em família, não adie a solução, nem espere que eles se agravem para equacionar os problemas.

Busque orientação com consultorias experientes na condução de processos em empresas familiares.

Segundo Willian Jennings Bryan:

“O destino não é uma questão de sorte, é uma questão de escolha, não é algo a se esperar, é algo a se conquistar”.

A Brasil Valuation acredita que há vários jeitos de fazer as coisas acontecerem, tudo é possível com propósito, planejamento e dedicação.

Compartilhe:

LinkedIn
Facebook
WhatsApp

CADASTRE-SE EM NOSSA LISTA!

Receba conteúdo de alto valor em primeira mão no seu email

Brasil Valuation

Posts relacionados

Enviar Mensagem
Envie-nos uma mensagem
Olá 👋,
Clique em Enviar Mensagem para falar por Whatsapp